Textos



solitude
aconchego
meu ser despido
consigo mesmo
alma solta
sem perigo
meditação
fúlgido discernimento

como é doce a quietude!
flor de luz se revelando
aromas me envolvendo

a sós comigo
posso esquecer as torturas
e eleger as venturas
que invento!
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 27/08/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr