Textos






Quando me imbuir no ventre donde fluí
hei-de reerguer-me bem-me-quer
verde hasteado ao esplendor!


9/3/2007
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 09/04/2007


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr