Textos


















Neve!

...nevar é das coisas mais belas que podemos ver!

os flocos caem, no silêncio, parecem irreais...breve se desfazem, deixando no peito uma nostalgia inaudita, que não é tristeza, mas saudade!

imagina o que é, para uma menina pequenina, ver a neve, grande mistério, de onde viria, o que seria? apanhá-la na língua, fresquinha, mas logo se desfazia.

apanhar montes dela e levar para guardar a magia....mas breve se desfazia e só restava uma sombra molhada.....

um dia nevou tanto, tanto, mas tanto que toda a gente e os animais ficaram em casa....eu saí e foi maravilhoso o que vi: a paisagem limpíssima e clara, transformada!

nem uma pegada! só os meus pés pequeninos deixavam carreinhos, onde quer que eu passava.

subi a montanha negra, que estava tão clara!

fui até a escola, desleixada e feia, mas vi-a limpa, acolhedora e clara....tenho estas imagens no meu arquivo de filmes antigos .....

a neve não deixa frio.

faz frio antes de chegar, mas depois de a chuva solidificar reina no ar uma tranquilidade etérea, conjugando-se com a paz na terra a brilhar!

a neve tem o condão de trazer alegria ao coração, ávido de pureza, que se acalma ao encontra-la.
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 24/12/2015
Alterado em 24/12/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr