Textos

Adeus de Mim
Porque me sentirei
Tal gota explodindo
No espaço vazio
Fora e dentro
De meu peito?

Porque me sentirei cega
Sentindo centelhas
Soando metálicas
Tinindo
No compasso
Implacável das horas?

Resvalo num Adeus imenso
Diluo-me no silêncio
Em que a música embalava outrora
O ritmo candente de meus versos

Digo-me adeus
Porque de dentro de mim
Parto
Sem que nenhum porto
Sinta
No aguardo!

Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 13/02/2005
Alterado em 01/08/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
Adeus de Mim - Maria Petronilho


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr