Textos



POEMA AO MAR


FECHO OS OLHOS
E VEJO MAR, E SINTO MAR...
SALGADO-DOCE
ASSUSTADORA ATRACÇÃO
QUE NOS AFOGA NUM SORRISO

SENDO PULSANTE VIDA

PROFUNDA TRANSPARÊNCIA
REFLEXO DO CÉU
FRÉMITO
ESCURO-SORRISO

PRINCÍPIO E FIM

CALMARIA E ABISMO
FONTE DO SONHO
NOITE-MANHÃ!

Maria Petronilho

***

BEIRANDO O MAR

Por que tens medo menina
de tanto sonhar o mar
grito de alma cristalina
embrulhada no luar
porcelana fina fina
estilhaçada nas ondas
rompantes na neblina
e o sol
que tarda em chegar...
Porque tens medo menina
e paras de me encantar
oh pio pio rouxinol
olhos de musa fadada
não vês que meu corpo anseia
no turbilhão de pensar
esse teu corpo sereia
que se não chegar tardando
tarda sempre em não chegar...
Vem de mansinho remando
num soluçar marejar
Porque tens medo menina
para já de soluçar

Fernando Rodrigues-Almeida

Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 17/12/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr