Textos








Sou aquela

Solta luz

Que apaga

Os passos

Passados na sombra

No vento vai

Solta sinfonia

Sou alma

Saindo da bruma

Na brisa fresca

Da manhã rosa

Desabrochada

Em ouro anil

Lua cheia

Na tarde cinza

Persistente

Estrela matinal

Em dueto largo

Com o sol

Vigiando o descerrar

Da ânsia contida

Em cada

Botão de flor!



Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 17/12/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr