Textos

Enfim Poeta e Mulher (em português e espanhol)



Espero merecer morrer

num dia de intenso sol

sem ninguém se aperceber

que a minha alma se vai

presa num dos tantos raios

que ligam a terra e o céu

e que alfim me guiarão

para um espaço além dor

para um lugar só de amor

onde poderei ousar

ser  poeta e  mulher

sem ninguém me estranhar



num lugar onde não cabem

arrogância e poder



ao resto de mim que ficar

não importa o acontecer

não será meu sequer

será resto a fecundar

o chão donde há-de nascer

nova vida a luzir



o eu que sou há-de estar

num cosmos a acordar

sem ninguém me censurar

o ser poeta e mulher!



Lisboa, 27/1/2004







Al Fin Poeta y Mujer

Maria Petronilho

Versão em espanhol: Alberto Peyrano



Espero merecer morir

un día de intenso sol

sin que nadie se dé cuenta

que mi alma ya se va

abrazada de algún rayo

que liga la tierra al cielo

y que al final me guiará

muy distante del dolor

hacia el reino del amor

donde al fin me atreveré

a ser  poeta y mujer

sin que ninguno me extrañe



un lugar donde no caben

ni arrogancia ni poder



y a lo que de mí va a quedar

no importa lo que suceda

pues eso no seré yo

será un resto que fecunda

el suelo para dar más

nueva vida y nueva luz



lo que yo soy ha de estar

en el cosmos despertando

sin que nadie me censure

si soy poeta y mujer!



Lisboa, 27/1/2004




Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 27/01/2005
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr