Áudios

Dueto saudade Maria Tereza Neves& Maria Petronilho
Data: 16/07/2010
Créditos:
Autoras: Maria Teresa Neves e Maria Petronilho
Voz - Maria Petronilho
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Saudade da Saudade
Maria Thereza Neves
 
 
Restos de mim vão afogando
dentro de oceanos extintos...
Sonetos vazios que nem sonhando
conseguem despertar instintos.


Tento ainda encontrar espaço,
Escalar escadas, não consigo.
Deixo-me ficar no mormaço ,
Pensar se ali fico ou sigo.


Com o cuidado teço fios de seda
Acalentados com a própria vida
Nesta água profunda estagnada.


E na fronteira do fim, o cansaço ...
Deito saudades no ombro , dormem.
Palavras sonham com infinito e morrem.




A saudade é um porto
Maria Petronilho

A saudade é uma vela
translúcida, vibrante, acesa,
representando uma estrela

Tanto arde e não se queima!

Bordada no ar, é água
véu transparente que voa!

É ponte que nos mantém
unidos, aonde somos
duradoiros companheiros

Saudade é flor de arco-íris
luze no céu! E revemos
o ser amado presente
no imo da nossa alma

Saudade... É uma dor doce,
não um barco mas um porto
donde se parte e se chega
prevendo quem nos abriga.
***

(Direitos Reservados)
 
 


Enviado por Maria Petronilho em 28/04/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr